Consciência pessoal na prática mediúnica

A mediunidade é um instrumento essencial para o aprimoramento do próprio e para auxílio do sofrimento noutros, encarnados ou desencarnados. No que toca ao tema da mediunidade é fácil focar no ego, orgulho, ambição e pouco no trabalho interior, sendo este o maior propósito de se ser médium. Vejamos: podemos definir mediunidade como a capacidade que temos de perceber a influência ou promover a comunicação dos Espíritos. N’O Livro dos Médiuns – cap. XIV, Allan Kardec assegura serem raros os que não têm essa percepção. Para Emmanuel, é aquela luz que seria derramada sobre toda carne. É atributo do Espírito, […]